Central Park New York Casas Office

Investimento chave na mão em Nova York ou Faça você mesmo (DIY)?

//Investimento chave na mão em Nova York ou Faça você mesmo (DIY)?

Independentemente de onde você escolher investir, existem dois extremos opostos do espectro de investimento em Nova York quando se trata do seu envolvimento e recursos necessários.

//Faça Você Mesmo

O investimento imobiliário do tipo faça você mesmo deixa todo o risco e responsabilidade diretamente sobre o investidor. Tipicamente isso envolve tudo, de abastecer a propriedade, adquiri-la, reformá-la, gerenciá-la, vendê-la e coordenar todos os outros passos. Claro, não é provável que seja você executando cada passo desse processo por si mesmo, mas você estará envolvido em certo grau a cada passo do caminho. Essa é a opção mais demorada e muitas vezes estressante, mas para alguns é o que eles gostam.

O investimento faça você mesmo também exige o maior número de recursos. Ele requer a maior quantidade de tempo, experiência, capital (dinheiro e financiamento) e contatos, como corretores de imóveis, gestores, empreiteiros, fiscais, empresas de títulos, advogados, corretores de hipoteca e credores.

Frequentemente, mas não sempre, seu custo total considerando todos os gastos será (ou deveria ser) mais baixo do que investir em projetos integrais. Isso é porque você mesmo está assumindo o risco, colocando o capital e gastando o tempo extra para procurar, adquirir, renovar, coordenar e gerenciar o investimento.

Investimentos faça você mesmo são ideais geralmente para aqueles que gostam de comprar e reformar suas próprias propriedades. Existem alguns tons de cinza dentro desta categoria, mas certamente é a opção que mais usa recursos do investidor.

//Investimento Chave na Mão

Primeiro de tudo, o conceito "chave na mão" tem sido espalhado por investidores imobiliários por muitos anos sem qualquer definição do que realmente significa. A nossa empresa foi uma das primeiras a realmente comercializar o termo e o conceito em 2003/2004, mas nos últimos anos temos visto muitos vendedores e "concorrentes" utilizarem o termo "chave na mão" na sua comercialização.

O que é o investimento "chave na mão?

O investimento imobiliário chave na mão é mais frequentemente usado para descrever propriedades que estão prontas para alugar ou ocupadas por inquilinos. Isto é lamentável e muitas vezes enganoso porque é uma definição muito restritiva do termo.

Só porque uma propriedade está pronta para alugar ou ocupada por um inquilino não quer dizer que é um investimento chave na mão, segundo nossa definição. Muitas vezes há pouca ou nenhuma referência sobre o mercado, o bairro, as condições da propriedade como um todo, as qualificações do inquilino, qualquer gestão de propriedade, etc.. Todas essas são considerações muito importantes e fatores que DEVEM ser incluídos em um investimento que é realmente "chave na mão".

Então, em 2004, em um esforço para "elevar os padrões" nesse setor, nós (re)definimos o que um investimento imobiliário chave na mão deve ser. A nossa definição de uma propriedade de investimento chave na mão é uma propriedade:

      em um mercado estável ou em crescimento.
      em um bairro desejável.
      é novo ou foi recentemente reformado.
      possui fluxo de caixa positivo mesmo se totalmente aproveitado.
      é locado, ou está em vias de ser locado.
      está sob gestão profissional de propriedade.
      foi cuidadosamente selecionado com os locatários em mente.

Nós quantificamos cada um desses mais detalhadamente internamente, mas isso deve lhe dar uma boa ideia do que esperar e como pesquisar, se você está considerando um investimento chave na mão para você.

Perceba que de acordo com esta definição expandida, você vai querer buscar além da propriedade por si só. Você deve considerar o quadro geral do bairro e do mercado da propriedade.

//Comparando fornecedores de chave na mão

Nós chamamos o seguinte o nosso sistema de 5 pontos para o sucesso:

  • Escopo: A maioria dos fornecedores desse tipo de investimento operam em apenas um mercado (com alguns operando em dois ou três). Um número muito menor de fornecedores operam nacionalmente, onde eles podem lhe oferecer propriedades em qualquer um de muitos mercados. Isso pode ser vantajoso para você se estes mercados fazem sentido, porque eles podem ser combinados para atender seus objetivos de investimento e critérios. Um fornecedor que opera em apenas um mercado pode não ser capaz de ajudá-lo se suas ofertas não são adequadas às suas necessidades.
  • Serviço: Qual é o seu nível de serviço? A maioria das empresas que fornecem o investimento "chave na mão" terão uma conversa inicial com você para ver se você se enquadra. O que acontece além disso é o diferenciador. Encontrar uma empresa que faz uso de uma abordagem consultiva trablhando com você para ajudá-lo a alcançar seus objetivos é importante. É comum as empresas focar em fazer a venda ao invés de construir um relacionamento de consultoria de longa data com você.
  • Sistemas: Empresas que podem mostrá-lo um sistema simples e comprovado, irão ajudá-lo a ter sucesso com mínimo esforço e menos risco do que uma empresa mais recente ou que use sistemas com pouca documentação.
  • Suporte: É comum para essas empresas ter relações de negócios com fornecedores de serviço de apoio como corretores de hipoteca para ajudá-los a fechar mais transações. Idealmente, você vai querer ter acesso a uma grande rede de fornecedores de apoio confiáveis para lhe ajudar com tudo o que você precisa, como gestores de propriedade, corretores e credores de hipoteca, fiscais, empreiteiros, empresas de títulos, etc.
  • Tamanho: Empresas maiores terão mais vantagem e economias de escala que muitas vezes beneficiam o investidor.